Prova de Vida INSS – Saiba como fazer

A prova de vida INSS é uma obrigação que precisa ser cumprida todos os anos pelos segurados. O processo é realizado no banco ou rede de agências bancárias em que o beneficiário recebe o pagamento.

Sendo assim, a Prova de Vida do INSS é um meio de comprovar que o beneficiário da Previdência Social está vivo. Ou seja, pensionistas e aposentados devem comparecer regularmente às agências Caixa ou do INSS para que a garantia da continuidade do benefício.

Continue lendo para saber como realizar o processo.

O que é Prova de Vida INSS?

Tenha em mente que a criação do Prova de Vida aconteceu em 2012 para evitar fraudes no recebimento de benefícios da Previdência Social. Em outras palavras, quem recebe algum auxílio ou aposentadoria precisa comparecer a cada 12 meses em agências bancárias da Caixa Econômica Federal ou do INSS. 

Como já mencionamos, o procedimento é obrigatório para todos que recebem seus pagamentos por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético.

Quem não realiza a prova de vida anualmente, tem o bloqueio do benefício. Já os beneficiários que não podem comparecer às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção, podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

Além disso, idosos com mais de 80 anos e beneficiários com dificuldade de locomoção conseguem solicitar pelo telefone 135 do INSS a visita em sua residência, sem precisar sair de casa.

Como agendar?

Para facilitar o processo, o agendamento da prova de vida é feito pelo telefone da Previdência Social, o 135. Há também outra opção, o agendamento está disponível no aplicativo “Meu INSS”, nas lojas de aplicativos para smartphones Android e iOS.

Como fazer Prova de vida 2020?

Devido a pandemia de covid-19, a obrigatoriedade da prova de vida foi suspensa em todas as cidades brasileiras até outubro. Porém, não pode haver bloqueio dos benefícios até dezembro de 2020.

Mas vale ressaltar o serviço digital disponibiliza a prova de vida por vídeo, usando a tecnologia de biometria facial. Sendo assim, o reconhecimento é feito pelos aplicativos Meu INSS e Meu Gov.br.

Reconhecimento facial via Selfie

Antes, a comprovação de vida era validada pela presença do segurado em uma agência bancária, pela leitura biométrica da digital e ainda pela apresentação de um documento pessoal e original com foto.

O processo feito pela internet segue a mesma lógica, com a vantagem de poder ser feito online.

Para isso, a prova de vida pelo celular e o reconhecimento facial serão feitos via selfie. Cabe ao segurado tirar uma foto do seu rosto, para facilitar a identificação. Um detalhe importante é que o idoso ou segurado terá que utilizar o seu aparelho próprio para  tirar realmente uma selfie e enviar pela plataforma oficial – o Meu INSS.

Por fim, será preciso ainda utilizar outro aplicativo: o Meu Gov.Br. Ambos são tecnologias desenvolvidas pelo Governo Federal e, portanto, único meio oficial para fazer a sua nova prova de vida.

Quem precisa fazer prova de vida?

Essa é uma obrigação anual dos segurados, por isso também é chamada de recadastramento. Em outras palavras, a cada doze meses o beneficiário precisa provar que está vivo, para garantir o recebimento do dinheiro todos os meses.

Ou seja, devem fazer a prova de vida todos os Aposentados e Pensionistas que recebem pelo INSS. Isso, independentemente da idade, do tipo de benefício recebido ou da forma de recebimento. Lembrando que o pagamento pode ser feito via conta-corrente, conta-poupança ou cartão magnético.

Mas se você recebe o benefício há menos de 12 meses, ou seja, teve o benefício aprovado recentemente, ainda não precisa fazer o recadastramento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.