Intercâmbio Gratuito: Veja Onde Encontrar as Melhores Opções

O intercâmbio é uma oportunidade não só para viajar e estudar, mas, também para agregar mais conhecimento a respeito de culturas, criar contatos e se melhor qualificar profissionalmente.

A experiência de estar em um lugar completamente novo e de difícil compreensão pode abrir portas para diversos tipos de emprego ou, ainda, criar oportunidades únicas de mais viagens.

Mas, infelizmente, as bolsas são concedidas apenas mediante alguns editais postados pelo CNPq e, nem sempre, o Ministério da Educação se preocupa em dar bolsas para menores graus de ensino.

Essa decisão é correta porque levar um menor, sem acompanhante, para fora do país é muito difícil e o Estado se responsabiliza inteiramente por aquela pessoa naquela determinada região.

Então, visando não ter problemas futuros, essa foi a decisão.

Mas, mesmo sem a ajuda 100% direta do governo, você ainda tem uma chance! Bolsas, pra todo o tipo de situação, estão disponíveis por aí. Basta se esforçar mais um pouquinho!

 

Intercâmbio pago x gratuito

Se você decidiu fazer de verdade um intercâmbio, deve ter visto muitas propostas bem diferentes.

Algumas empresas, mediante algum valor pago mensalmente, disponibilizam espaço com todos os eletrodomésticos necessários para o dia a dia.

Outras, por exemplo, disponibilizam a casa de famílias que queiram receber intercambistas.

Mas, antes de decidir, você precisa ter em mente qual é o seu objetivo para fazer da experiência única e o mais aproveitada possível.

A decisão não se limita a um “sim” ou “não”. É preciso pesar os prós e contras, saber se consegue se afastar da família por um grande período de tempo ou, ainda, ter noção de planejamento financeiro.

Afinal, viver sozinho em algum lugar não é tão fácil e, por isso, o serviço pago está sempre apostos caso alguma coisa aconteça durante a sua estadia.

Mas, pra quem não tem condições de pagar os valores exorbitantes, as bolsas estão por aí. Elas podem cobrir não só a sua estadia em qualquer período do estudo, como também valores relacionados ao visto ou custo de vida.

 

Bolsas para o Ensino Médio

Quem pensa em intercâmbio, geralmente começa aqui. Existem bolsas para essa fase e, contanto que haja consentimento dos pais, não é impossível viajar através delas.

Nesse período, duas bolsas se destacam:

  • A da ONG ANS: destinada a jovens sem condições de fazer um intercâmbio por conta própria; e
  • a da United World Colleges: que oferece bolsas de estudo integrais a jovens entre o primeiro e segundo ano do ensino médio entre seus 15 e 18 anos.

A grande diferença entre essas duas, na verdade, está no que elas oferecem.

Enquanto a ANS cobre despesas com o visto, passagens aéreas de ida e volta, hospedagem e alimentação em casas de família, transporte escolar, materiais didáticos e seguro de saúde.

Além disso, o aluno conta com até 120 dólares para gastar com o que quiser durante sua estadia no país de escolha.

Por outro lado, a UWC cobre apenas os estudos em horário integral e, pra quem já está mal das pernas, pode não ser a melhor opção nesse momnenro.

Por isso, antes de dizer que “qualquer um serve”, conheça alguns programas e leia atentamente todas as especificações de cada um.

Para se inscrever não é difícil, mas, é vide edital, como uma espécie de vestibular. Basta entrar no site oficial de cada uma e procurar pela melhor hora de ir embora!

 

Intercâmbio Gratuito no Ensino Superior

Diferente do que temos para o ensino médio, no ensino superior a gama de oportunidades é maior e o processo de entrada bem mais facilitado, já que não tem tanta concorrência.

As universidades brasileiras geralmente criam parcerias ou convênios com instituições de fora para oferecer a possibilidade.

Um grande exemplo disso são as bolsas disponibilizadas todos os anos pelo Banco Santander. Em comparação com os demais programas, o tempo é menor (entre 4 semanas a 6 meses).

Mas, se você perdeu o prazo ou algo do tipo, ainda não tem tempo pra se desesperar.

Lá fora, bolsas para graduação completa ou período misto (também chamado de sanduíche) são muito comuns. Se você for um aluno-destaque, melhor ainda.

Outra coisa interessante é que, se você não for bom em nada além de esportes, você também pode conseguir a sua bolsa.

No entanto, se seu foco for fazer uma pós-graduação, as coisas mudam de figura. Você tem ainda mais oportunidades caso já tenha um projeto diferente ou inovador.

Os benefícios variam muito da instituição que você escolher, mas, geralmente eles oferecem bolsa de 50% a 100%, passagens aéreas, seguro saúde e até auxílio financeiro para se virar no país.

Em qualquer um desses casos, basta entrar no site oficial do programa ou do financiador do programa ou, ainda, falar com a coordenação sobre o assunto.

Se inscrever é muito fácil e não costuma tomar mais de 05 a 10 minutos.

Governo e Embaixadas também oferecem bolsas!

O programa Fullbright dos estados unidos atrai graduandos e pós-graduandos interessados em mestrado, doutorado sanduíche e pós-doutorado.

No entanto, as opções são bem limitadas. As bolsas de graduação, na verdade, são para a rede pública. Já as de mestrado mais centradas para Cinema.

O forte do programa, na verdade, são os doutorados sanduíche e pós-doutorados que abrangem praticamente todas as áreas.

Para se inscrever, é só estar atento às oportunidades no site oficial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.