Intercâmbio Gratuito – Conheça as oportunidades

Viajar e conhecer outro país é o sonho de muitas pessoas! No entanto, melhor do que passar uns dias fora é fazer um intercâmbio. Atualmente, os intercâmbios oferecem uma excelente oportunidade, que vai além de conhecer um novo lugar, sendo ideal para aprender um novo idioma e, eventualmente, até conquistar uma carreira internacional. Por isso, vamos te mostrar algumas opções de intercâmbio gratuito!

Uma pesquisa da Fragomen apontou que, nos últimos dois anos, houve um aumento de 39% na busca por intercâmbio em todo o mundo. No Brasil, o cenário se mostra promissor, com diversas empresas e instituições oferecendo intercâmbio para diversos países.

Na prática, o intercâmbio consiste em um período em outros país, normalmente para estudar e/ou trabalhar. Neste processo, o estudante estará matriculado em um curso – seja superior ou não – enquanto aprender a língua local e, ocasionalmente, também trabalha no país onde está. Sendo assim, confira algumas opções de intercâmbio gratuito para vários públicos. 

Conheça algumas opções de intercâmbio gratuito

Se você buscar um intercâmbio gratuito, existem algumas opções que podem te ajudar a realizar esse sonho! Confira abaixo. 

1 – Stipendium Hungaricum

O Stipendium Hungaricum é uma excelente opção para quem deseja fazer intercâmbio. Na prática, o programa existe devido a acordos bilaterais entre diferentes países. Desde a sua criação, mais de 8 mil bolsas de estudos foram disponibilizadas. 

Atualmente, o foco do Stipendium Hungaricum é o intercâmbio na Hungria. Lá, podemos ter acesso a diversos cursos, desde graduação, mestrado e doutorado, até cursos preparatórios para aprender hungaro. Além disso, o programa não conta com taxas universitárias, enquanto oferece um auxílio mensal de 500 euros aos selecionados.

Por fim, vale citar que o programa ainda conta com alojamento gratuito na Hungria, além de outros custos para acomodação. Com seguro médico incluído, é uma excelente opção para quem deseja participar de um intercâmbio. 

2 – Bolsa Eiffel

Conhecido como Bolsa Eiffel, o Eiffel Excellence Scholarship Programme oferece bolsas de mestrado e doutorado na França. No programa, teremos acesso a bolsa em diversas áreas, tais como engenharia, matemática, biologia, direito, economia, ciências políticas, história, entre muitos outros. Para ter acesso, os participantes devem ter até 25 anos, para o mestrado, e até 30 anos para o doutorado.

Atualmente, o curso de mestrado oferece uma bolsa de 1.200 euros mensais. No caso do doutorado, é fornecido um auxílio de 1.700 euros mensais. Por outro lado, vale citar que os bolsistas ainda contam com outros benefícios, como seguro social e seguro médico. 

As vagas estão abertas até o dia 10 de janeiro.  Para se inscrever, basta preencher o formulário disponível na Bolsa Eiffel e conferir todo o processo seletivo. Portanto, não perca a chance de estudar nas melhores universidades da França!

3 – Trust

O Cambridge Trust, ou simplesmente Trust, disponibiliza diversas bolsas de pós-graduação na famosa universidade britânica. No programa, é possível fazer mestrado ou doutorado gratuitamente ou, pelo menos, com isenção parcial das taxas universitárias.

No programa, o edital exige um bom potencial acadêmico. Além disso, por ser um edital bastante concorrido, o Trust exige que o candidato comprove sua proficiência em inglês.

Para se candidatar, é necessário se inscrever no curso de interesse até 5 de janeiro, através da aba “Financeiro” no portal do candidato. Sendo assim, basta apenas oferecer todos os dados solicitados e aguardar a pré-aprovação no programa. 

4 – Bolsas Erasmus Mundus

O Erasmus Mundus é um dos melhores intercâmbios para mestrandos. No programa, diversos editais são abertos para quem deseja estudar fora, ou seja, os prazos de inscrição costumam variar.

Por outro lado, é necessário pontuar que o Erasmus Mundus ocorre devido aos consórcios de duas universidades europeias que oferecem os cursos, em pelo menos dois países diferentes. Embora seja voltado para mestrandos, ele também oferece outros cursos interdisciplinares.

Entre as exigências do programa, é necessário ter graduação, possuir proficiência em inglês, não ser graduado há mais de 5 anos, nem morar na Europa. Sendo assim, basta acessar o site oficial e conferir quais dados são necessários para começar a sua inscrição. 

Intercâmbio para o Ensino Médio

Para quem está cursando o ensino médio, ou deseja cursar fora do país, também existem algumas opções interessantes de intercâmbio! Confira:

1 – ONG ANS

Uma excelente opção para jovens brasileiros fazerem intercâmbio é a ONG ANS. No programa, jovens podem se inscrever para cursar o ensino médio nos Estados Unidos. Atualmente, a ONG ANS é voltada para jovens de baixa renda, que não podem custear o acesso à educação internacional.

Sendo assim, o programa oferece um custo de 120 dólares mensais, além de cobrir as passagens e emissões de visto. Além disso, ele também proporciona acesso a material escolar e outros encargos aos estudantes.

2 – United World Colleges (UWC)

Voltado para jovens entre 15 e 18 anos, e que estejam cursando o primeiro ou segundo ano do ensino médio, o United World Colleges (UWC), ou simplesmente Colégios do Mundo Unido, é uma excelente opção de intercâmbio. Na prática, ele é composto por 18 colégios, que visa incentivar o convívio entre estudantes de vários países.

Sendo assim, essas escolas oferecem oportunidade de intercâmbio gratuito em diversos países, para promover a paz através da educação. Portanto, basta acessar o site e conferir se você está dentro do perfil e requisitos para concorrer a uma bolsa. 

É necessário falar inglês para fazer intercâmbio?

Quando pensamos em intercâmbio, logo vem a dúvida de como iremos nos comunicar em outros países. Na prática, o inglês é muito valorizado para bolsas de estudo e intercâmbio e, dessa forma, muitas pessoas se perguntam se ele é essencial para fazer intercâmbio. Assim, podemos dizer que não, mas é recomendado saber inglês para ter maior chance de aprovação. 

Neste sentido, vale citar que muitas instituições de ensino exigem algum tipo de proficiência, como o TOEFL ou Teste de Inglês. Basicamente, esses testes servem para atestar a capacidade do estudante “se virar” em outro país.

Por fim, mesmo que não seja obrigatório, é indicado fazer algum teste de proficiência para aumentar suas chances de ser aprovado no intercâmbio. Além disso, saber outros idiomas, como espanhol, alemão ou francês, por exemplo, também são recomendados para aumentar suas chances de aprovação. 

Leia mais: Cursos Gratuitos FGV 2023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *