Gabarito ENEM 2021 – Consulte agora

O Inep divulgou os gabaritos oficiais das provas do Enem 2021 versão impressa. Esta edição do Enem impresso, aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro, contou com 5,6 milhões de inscritos em todo o país. 

Mesmo com o número recorde de inscritos, o exame teve a sua maior taxa de abstenção: sendo que 51,5% dos candidatos não compareceram às provas no primeiro dia e 55,3% no segundo dia. Pela primeira vez, o exame também teve uma versão digital.

No primeiro dia de provas, os participantes responderam a 45 questões sobre as disciplinas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação) e Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia).

Já no último, a prova teve duração de 5 horas e as questões foram sobre Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia) e Matemática e suas Tecnologias (Matemática).

Gabaritos do ENEM 2021

Para consultar o gabarito, o participante deve acessar o portal oficial do Inep

Já os resultados individuais do Enem 2020 estarão disponíveis na data prevista de 29 de março e poderão ser conferidos na Página do Participante.

Enem 2021: correção da prova

Segundo o edital, a nota do participante na prova constituída de questões de múltipla escolha terá como base a Teoria da Resposta ao Item (TRI). Ou seja, isso quer dizer que se alguém acerta as questões mais difíceis e erra as mais fáceis, levando em consideração os acertos de todos os candidatos, provavelmente ‘chutou’ as respostas. Esse sistema dará uma nota menor a quem acertou as fáceis, mas errou as mais complexas, mesmo atingindo o mesmo número de acertos.

Em relação à redação, a correção é feita por dois corretores de forma independente, sendo que cada um deles atribui uma nota entre 0 e 200 pontos para cada uma das competências. Dessa forma, a nota total de cada corretor corresponde à soma das notas atribuídas a cada uma das competências. 

Saiba como a nota final da redação é atribuída:

  • se não houver discrepância entre os dois corretores, a nota final do participante será a média aritmética das notas totais atribuídas pelos dois corretores;
  • mas caso haja discrepância entre os dois corretores, é feito recurso de ofício (automático), e a redação será corrigida, de forma independente, por um terceiro corretor;
  • descartada qualquer discrepância entre o terceiro corretor e os outros dois corretores, a nota final do participante será a média aritmética entre as duas notas totais que mais se aproximarem, sendo descartada a outra nota;
  • sendo a nota total do terceiro corretor diferentes das notas totais atribuídas pelos outros dois corretores, sendo impossível a aproximação da nota atribuída pelo terceiro corretor com um dos outros dois, a redação será corrigida por uma banca composta por três corretores, que atribuiu a nota final do participante, sendo descartadas as notas anteriores;
  • caso haja discrepância entre o terceiro corretor e apenas um dos corretores, a nota final do participante será a média aritmética entre as duas notas atribuídas pelos corretores que não apresentaram discrepância, sendo descartada a outra nota;
  • por fim, se o terceiro corretor apresente discrepância com os outros dois corretores, haverá novo recurso de ofício, e a redação será corrigida por uma banca composta por três corretores que atribuirá a nota final do participante, sendo descartadas as notas anteriores.

Lembre-se de conferir todas as atualizações no site do Inep, enquanto aguarda o resultado da prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *