Calendário Auxílio Emergencial – Parcelas de 300 reais

Desde abril, o Governo Federal paga o Auxílio Emergencial para os brasileiros mais afetados pela pandemia. Ao longo dos meses, muitas mudanças aconteceram, incluindo a adição de duas parcelas de R$ 600, que ampliou o benefício de 3 para 5 pagamentos. O último acréscimo foram as 4 parcelas de R$ 300.

Saiba que os pagamentos das novas parcelas começaram em setembro e seguem até o final de dezembro, e o saque do benefício será liberado para todos até janeiro de 2021.

Continue lendo para ter acesso ao calendário do auxílio emergencial, com as parcelas de R$ 300.

Auxílio Emergencial de R$ 300: entenda o pagamento

Quer entender como funciona o pagamento do benefício? Tenha em mente que aqueles que solicitaram o Auxílio no primeiro mês recebeu, de maio a setembro, cinco parcelas de R$ 600. Agora, com a prorrogação, o beneficiário também irá receber as parcelas de R$ 300.

 

Sendo assim, quem começou a receber o Auxílio em junho, ou seja, recebeu 4 parcelas de R$ 600 até setembro, recebe mais uma de R$ 600 e apenas 3 de R$ 300. Essa escala segue de maneira progressiva até o mês de julho, o último mês de inscrição no Auxílio.

 

Perceba que quem se inscreveu em julho vai receber apenas uma parcela de R$ 300, pois ainda está recebendo as parcelas de R$ 600. Isso porque quem se inscreveu no Auxílio até 02 de julho tem direito a 5 parcelas de R$ 600. Somente após o pagamento dessas parcelas com valores maiores é que começa o Ciclo com as parcelas menores.

Quando serão pagas as parcelas de R$300?

Resumindo, a quantidade de parcelas que serão pagas irão depender de quando você recebeu a primeira parcela do auxílio de R$600.

 

  • Quem recebeu a 1a parcela do auxílio emergencial em abril, recebe no total 4 parcelas do auxílio de R$300. A primeira parcela de R$ 300 caiu no Ciclo 3 de  pagamentos, que começa em setembro; a segunda, terceira e quarta parcelas serão pagas nos ciclos 4, 5 e 6 (outubro, novembro e dezembro);
  • As pessoas que receberam a 1a parcela do auxílio emergencial em maio, terão direito à três parcelas do auxílio de R$ 300. A primeira parcela de R$ 300 cai no Ciclo 4 de pagamentos (outubro); a segunda e terceira parcela serão pagas nos ciclos 5 e 6;
  • Já quem recebeu a 1a parcela do auxílio emergencial em junho, recebe duas parcelas do auxílio de R$ 300. Sendo que a primeira parcela de R$ 300 cai no Ciclo 5 de pagamentos (novembro); a segunda parcela será paga no ciclo 6;
  • Por fim, quem recebeu a 1a parcela do auxílio emergencial em julho, recebe apenas uma parcela de R$ 300, no Ciclo 6 de pagamentos; esses beneficiários recebem, ainda, a segunda e terceira parcela de R$ 600 nos ciclos 4 e 5 e a quarta e quinta parcelas juntas no ciclo 6.

 

Confira todas as datas de cada um dos ciclos a seguir:

Ciclo 3 – Setembro (Auxílio Emergencial)

Como já foi mencionado, os beneficiários que receberam a primeira parcela em abril de 2020: recebe a primeira parcela de R$ 300; neste ciclo, também estão sendo feitos os pagamentos das últimas parcelas de R$ 600 para alguns beneficiários.

É importante ressaltar que os pagamentos são feitos de acordo com o seu mês do seu aniversário.

 

Janeiro – Crédito em poupança: 30 de setembro – Saques e transferências: 7 de novembro

Fevereiro- Crédito em poupança: 5 de outubro – Saques e transferências: 7 de novembro

Março – Crédito em poupança: 7 de outubro – Saques e transferências: 14 de novembro

Abril – Crédito em poupança: 9 de outubro – Saques e transferências: 21 de novembro

Maio – Crédito em poupança: 11 de outubro  – Saques e transferências: 21 de novembro

Junho – Crédito em poupança: 14 de outubro – Saques e transferências: 24 de novembro

Julho – Crédito em poupança: 16 de outubro  – Saques e transferências: 26 de novembro

Agosto – Crédito em poupança: 21 outubro – Saques e transferências: 28 de novembro

Setembro – Crédito em poupança: 25 de outubro  – Saques e transferências: 28 de novembro

Outubro – Crédito em poupança: 28 de outubro  – Saques e transferências: 1 de dezembro

Novembro – Crédito em poupança: 29 de outubro  – Saques e transferências: 5 de dezembro

Dezembro – Crédito em poupança: 1 de novembro  – Saques e transferências: 5 de dezembro

Ciclo 4 – Outubro (Auxílio Emergencial)

Este ciclo é pago para quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em abril: recebe o pagamento da segunda parcela R$ 300. E também inclui quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em maio: recebe o pagamento da primeira parcela de R$ 300.

 

Janeiro – Crédito em poupança: 30 de outubro  – Saques e transferências: 7 de novembro

Fevereiro – Crédito em poupança: 4 de novembro  – Saques e transferências: 7 de novembro

Março – Crédito em poupança: 5 de novembro  – Saques e transferências: 14 de novembro

Abril – Crédito em poupança: 6 de novembro – Saques e transferências: 21 de novembro

Maio – Crédito em poupança: 8 de novembro – Saques e transferências: 21 de novembro

Junho – Crédito em poupança: 11 de novembro  – Saques e transferências: 24 de novembro

Julho – Crédito em poupança: 12 de novembro – Saques e transferências: 26 de novembro

Agosto – Crédito em poupança: 13 de novembro  – Saques e transferências: 28 de novembro

Setembro – Crédito em poupança: 15 de novembro – Saques e transferências: 28 de novembro

Outubro – Crédito em poupança: 16 de novembro – Saques e transferências:1 de dezembro

Novembro– Crédito em poupança: 18 de novembro – Saques e transferências: 5 de dezembro

Dezembro – Crédito em poupança: 20 de novembro – Saques e transferências: 5 de dezembro

Ciclo 5 – Novembro (Auxílio Emergencial)

Sobre o ciclo 5, ele envolve:

 

  • Quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em abril: recebe o pagamento da terceira parcela R$ 300;
  • Aqueles que receberam a primeira parcela de R$ 600 em maio: recebe o pagamento da segunda parcela de R$ 300;
  • E também quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em junho: recebe o pagamento da primeira parcela de R$ 300.

 

Janeiro – Crédito em poupança: 22 de novembro – Saques e transferências: 19 de dezembro

Fevereiro – Crédito em poupança: 23 de novembro – Saques e transferências: 19 de dezembro

Março – Crédito em poupança: 25 de novembro – Saques e transferências: 4 de janeiro 2021

Abril – Crédito em poupança: 27 de novembro – Saques e transferências: 6 de janeiro de 2021

Maio – Crédito em poupança: 29 de novembro – Saques e transferências: 11 de janeiro 2021

Junho – Crédito em poupança: 30 de novembro – Saques e transferências: 13 de janeiro 2021

Julho – Crédito em poupança: 02 de dezembro – Saques e transferências: 15 janeiro 2021

Agosto – Crédito em poupança: 04 de dezembro – Saques e transferências: 18 janeiro 2021

Setembro – Crédito em poupança: 06 de dezembro – Saques e transferências: 20 janeiro 2021

Outubro – Crédito em poupança: 09 de dezembro – Saques e transferências: 22 janeiro 2021

Novembro – Crédito em poupança: 11 de dezembro – Saques e transferências: 25 de janeiro de 2021

Dezembro – Crédito em poupança: 12 de dezembro – Saques e transferências: 27 de janeiro de 2021

Ciclo 6 – Dezembro

Por fim, o último ciclo previsto envolve:

 

  • Quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em abril: recebe o pagamento da quarta e última parcela R$ 300;
  • Aqueles que receberam a primeira parcela de R$ 600 em maio: recebe o pagamento da terceira e última parcela de R$ 300;
  • Também quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em junho: recebe o pagamento da segunda e última parcela de R$ 300;
  • Por último, quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 em julho: recebe o pagamento da primeira e única parcela de R$ 300.

 

Janeiro – Crédito em poupança: 13 de dezembro – Saques e transferências: 19 de dezembro

Fevereiro – Crédito em poupança: 13 de dezembro – Saques e transferências: 19 de dezembro

Março – Crédito em poupança: 14 de dezembro – Saques e transferências: 4 de janeiro 2021

Abril – Crédito em poupança: 16 de dezembro – Saques e transferências: 6 de janeiro de 2021

Maio – Crédito em poupança: 17 de dezembro- Saques e transferências: 11 de janeiro 2021

Junho – Crédito em poupança: 18 de dezembro – Saques e transferências: 13 de janeiro 2021

Julho – Crédito em poupança: 20 de dezembro – Saques e transferências: 15 de janeiro 2021

Agosto – Crédito em poupança: 20 de dezembro – Saques e transferências: 18 de janeiro 2021

Setembro – Crédito em poupança: 21 de dezembro – Saques e transferências: 20 de janeiro 2021

Outubro – Crédito em poupança: 23 de dezembro – Saques e transferências: 22 de janeiro 2021

Novembro – Crédito em poupança: 28 de dezembro – Saques e transferências: 25 de janeiro de 2021

Dezembro – Crédito em poupança: 29 de dezembro – Saques e transferências: 27 de janeiro de 2

 

Todo mundo tem direito às novas parcelas?

Com o ingresso das novas parcelas, o Governo Federal aproveitou para deixar as regras de recebimento do Auxílio Emergencial mais rígidas. Foi realizado um pente fino nos cadastros e alguns beneficiários já foram excluídos do programa.

Parcelas de R$ 300 negada

Auxílio Emergencial pode ser negado às pessoas que:

 

  • Possuem indicativo de óbito nas bases de dados do Governo Federal;
  • São menores de 18 anos (exceto casos de mães adolescentes);
  • Estão presas em regime fechado;
  • Receberam, em 2019, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70
  • Ou receberam, em 2019, rendimentos isentos ou tributados na fonte cuja soma ultrapassa R$ 40 mil;
  • Tinham, em 31/12/2019, posse ou propriedade de bens e direitos com valor superior a R$ 300 mil;
  • Pessoa declarada como dependente no Imposto de Renda de outra pessoa que se encaixa nas situações listadas nos tópicos 4, 5 e 6;
  • Moram no exterior;
  • Têm renda mensal superior a meio salário mínimo por pessoa e renda familiar mensal maior que 3 salários mínimos;
  • Receberam benefício previdenciário, seguro-desemprego ou dinheiro vindo de programas de renda do Governo (exceto o Bolsa Família);
  • Conseguiram emprego formal com registro em carteira de trabalho após o recebimento de qualquer parcela do Auxílio Emergencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.